Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Mais um. Andropausa à vista!!!

E 365 dias depois, cá estamos novamente.

Eu sei que habituei-vos a posts de aniversário hilariantes e coiso e tal mas hoje não me apetece.Há quem diga falta de café, outros a vacina do tétano que levei ontem, outros podem até argumentar que é a velhice. Não, simplesmente quero abordar um ano com a seriedade que ele teve.

De Agosto de 2012 até hoje, foi um ano curioso.

Revi o que de pior conhecia do ser humano e tive de adaptar a minha forma de estar de forma a lidar com isso sem me autodestruir no processo. Cumpri o que havia jurado a mim mesmo conseguir (ok, tive alguma ajuda divina mas foi mais que merecida...).

Consegui superar por larga margem o número de pessoas insultadas o ano passado (ok, eu não consigo escrever um post sério...Shoot me...), seja no trânsito, em passadeiras ou até mesmo em esplanadas aos gajos que me taparam o sol.

Cada vez mais tenho a certeza das pessoas que desejo na minha vida. O resto é acendalhas para carvão. Quem não souber a que lado pertencem, perguntem. Terei todo o prazer em explicar (ou atear fogo, dependendo do caso).

E agora desculpem qualquer coisinha mas vou ali preparar-me para uma noite das melhores caipirinhas do país e possivelmente uma ressaca do tamanho do paquete Funchal amanhã.

Porque há aniversários e ANIVERSÁRIOS...

Setenta e oito primaveras é uma idade de respeito e que merece respeito.

Respeito por quem passou muito na vida. Por quem tanto deu a tantas pessoas sem nunca esperar nada em troca. Por quem me viu nascer, educou, que me transmitiu valores, carácter e uma forma de estar na vida tão alentejana.

Citando a dita senhora, "nunca deixes que nenhum filho da p*ta te pise. Se isso acontecer, vai buscar a pick up e persegue o cabr*o até o gajo se mandar para dentro de uma barragem e uma enguia lhe ir ao cu...".

Obrigado avó, por me teres moldado no ser diabólico que sou hoje. Obrigado por todas as lições, raspanetes e lambadas que apanhei. Aprendi sempre algo com isso. Nem que fosse a ficar de matraca fechada...

Fica aqui a minha singela homenagem a ti. Adoro-te como só tu sabes. E para a semana, lá iremos comer a bela da açorda. Há que comemorar em grande...

Mais um no lombo. Isto começa a ser estranhamente habitual...

 

Como diz um amigo de muitas batalhas, I couldn´t give a bigger flying f*ck...

Mais um ano que passou (é só impressão minha ou isto a partir dos 30 é sempre a aviar?).

Vamos ao resumo habitual de 365 dias da vida felina então...

- Fiz um upgrade ao mau feitio. Em vez de perder tempo a argumentar agora simplesmente manifesto o mesmo. É mais fácil. E mais económico também. Que isto da austeridade é uma porra.

- Fiz uma spring cleaning na minha vida. Não só a alma está mais levezinha como o ambientador a alfazema ajuda a purificar o ambiente.

- Cerca de 18 garrafas de whisky recicladas (sim, porque sou um gato amigo do ambiente. Embora ocasionalmente também funcione a etanol). E devidamente vazias.

- Dediquei-me de tal forma ao aperfeiçoamento das aptidões culinárias que agora já consigo não só proporcionar uma intoxicação alimentar a uma mesa de 8 pessoas como se estiver num dia bom, proporcionar um repasto de qualidade algo duvidosa.

- Apesar das fúteis tentativas, ainda não me saiu o Euromilhões. Senão, estaria na mesma a escrever este post mas numa esplanada sediada na Polinésia Francesa...

- Todos os veículos que conduzi este anos saíram (quase) ilesos das minhas mãos. Pelo menos, que tivesse responsabilidade directa. O facto de uma tipa se ter enfiado na minha traseira (a do carro, entenda-se) porque ia a pintar as unhas não é culpa minha. Possivelmente foi do verniz que a incandiou...

- Escrevi toneladas de coisas que nunca verão a luz do dia. Principalmente porque estão numa gaveta e só escrevo de noite. E ando-me a baldar a pagar a conta da luz.

- Cerca de 198540739 cafés ingeridos. Muitos deles duplos. Sou o protótipo vivo que destrói por completo o argumento da água do Luso quando eles dizem que o ser humano é composto por cerca de 85% de água. Mas vai daí, eu sou tudo menos um ser humano normal.

- Uma placa gráfica derretida, um processador estourado e um disco rígido frito. O meu fornecedor de periféricos informáticos adora-me.

 

35 anos é uma idade simpática. Estou entre a insanidade mental dos 30 e o auge sexual dos 40. O que me torna alguém razoavelmente equilibrado entre a loucura saudável e a depravação. Sounds good...

Existem 3 coisas que desejo manter inalteradas na minha vida.

As pessoas que me rodeiam. Depois da limpeza, acho que finalmente tenho o núcleo duro (hum...duro...) desejado.

O sentido de humor. Se algum dia o perder, god help us all...

A minha forma de estar na vida. Não tenho o mínimo interesse de agradar a todos, não faço qualquer esforço para isso. Devemos ser da forma que nos sentimos bem e não da forma que os outros desejam que sejamos. O que causa uma urticária do caraças a muita gente. E agora para finalizar, vou beber um whisky e dedicar-me a coisas mais mundanas como inspirar fundo. E apreciar a brisa nocturna.

 

Happy Birthday to me (ia meter Mr. President, mas depois acusam-me de ser egocêntrico...Go figure...)!!!

Mais um ano que se passou...

Não posso dizer que muito tenha mudado neste último ano...Continuo variado da corneta, fumador convicto, carregado de cabelos brancos e graças a Deus (sim, porque ele não é cego e por alguma razão criou Amesterdão, as sex shops e o Kama Sutra) sexualmente activo...

Agradecimentos?

Ao meu neurocirurgião, que me disse que sou um caso perdido...A boa disposição já me invadiu o córtex cerebral todo pelo que não é operável...Vão ter que me gramar com este sentido de humor brejeiro até ao resto dos meus dias...Uma grande beijoca também à minha psiquiatra que desistiu da ideia idiota de se mandar dum 6º andar depois das nossas sessões e comprou agora um rés do chão no Campo Pequeno...A todos os meus clientes, que demonstram uma pachorra enormíssima de ouvirem a minha lenga lenga sem deixarem que aquela vontade louca de cortarem os pulsos os consuma (pelo menos, até a encomenda, estar assinada...Bem vistas as coisas, isso já explicava o súbito desaparecimento de alguns deles...)...Um muito obrigado à casa das bifanas nos Restauradores, por contribuir para a minha subsistência alimentar e o gosto crescente por Sumol de Ananás...A uma fabulosa amiga que contribui para o facto de possuir post it's para as minhas próximas 300 reencarnações...Luciana Abreu, por me dar sempre material novo com regularidade, para escrever uns posts engraçados...Ah, não esquecendo também a Carolina Patrocínio, pelo episódio da fruta...A minha total solidariedade para com a sua empregada...Sorte a dela, que a gaja não gosta de melancia...Ter de tirar todas as pevides daquilo???Chiça...Ao Starbucks do Fórum Almada pelo seus Caramel Machiatto maiores que o depósito da minha carrinha...A todas as imobiliárias, igrejas, centros espirituais, sex shops, repartições de finanças e o jornal SOL...Continuem a fazer o que sempre fazem, que eu farei o mesmo...A agarrar em coisas perfeitamente banais e fazer disso posts hilariantes...Um muito obrigado também à minha bipolaridade, que me permite dissertar sobre a dualidade de critérios dos árbitros da liga portuguesa...Ao meu Parkinson, que é porreiro para fazer batidos de morango e grande cocktails sem recorrer ao shaker...

Resumindo...Mais 365 dias que tiveram o seu apogeu num enormíssimo bolo que foi devorado por um bando de convivas e família que parecia que não comiam desde...desde...epá, desde o aniversário do ano passado!!!

Pró ano há mais!!!

Mais um em cima do couro...

 

E quando um gato menos espera, chegou aquele dia temido nos restantes 365 dias do ano...O dia em que a famelga decide começar a melgar às 8 da matina, os amigos que julgavas perdidos numa savana africana dão sinais de vida e as lojas onde costumas comprar roupas, relógios e afins bombardeiam o teu telemóvel com mensagens...

O aniversário!!!

Pois é, o gato virou bichano (não é abichanado, suas bestas...) por um dia...Devo dizer que já tive mais pancada com os aniversários...Antes a famelga juntava-se tipo romaria à Nossa Senhora das Dores e faziam daquilo uma procissão de porporções gigantescas...Agora, que quem manda sou eu, bani essas celebrações com quilómetros de extensão...Uma coisa recatada, com as pessoas que me são importantes e depois talvez umas caipirinhas com alguns amigos num bar qualquer perdido por aí...

E o que é que eu aprendi neste último ano de vida???

- Aprendi a deixar o maneio de motoserras para quem efectivamente perceba da poda...

- Aprendi que nunca jamais em tempo algum se deva misturar Alvarinho e cerveja ou intercalar entre ambos...Esta lição foi muito valiosa, porque aprendi-a no aniversário passado com danos graves para o meu estado de alcoolémia...LOL

- Aprendi que estacionar em 2ª fila em frente a uma esquadra da PSP não é aceitável pelo ponto de vista deles...

- Ah, e estacionar em cima de passeios, dá direito a bloqueio e reboque...

- Fumar faz mal, mas eu continuo a ser um happy smoker...

- A minha colecção de Jazz continua a aumentar a olhos vistos...

Mais um na carcaça...Venha o próximo, que eu cá esteja para o celebrar, que as artroses ainda me permitam escrever umas linhas para vocês lerem e que até lá todos aqueles que conheço sejam imensamente felizes...Sejam no vale dos lençóis a pinarem como coelhos, em frente às slots do Casino de Lisboa a queimar chapas atrás de chapas ou a beber um whisky duplo à meia luz e a ouvir Miles Davis como estou agora...

Ah sim...E houve bolo...Houve...Marchou todo, porque a famelga andavam a passar fome há duas semanas para comer o dito...

Dia 30 de Agosto...O dia que o filho do Demo meteu pés nesta terra...E pior...Decidiu devolver à vida o felino mais viperino da blogosfera...

 

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D